Na Josep Llorens orgulhamo-nos de cumprir a lei de qualidade do presunto ibérico. É por isso que vamos falar sobre isso com profundidade para que você possa diferenciar a qualidade dos presuntos ao fazer a compra.

Diferenças entre um presunto ibérico e de cebo

Esta lei foi criada para melhorar a informação ao consumidor através da etiquetagem, além de estabelecer um maior controle de qualidade.

A etiqueta indica o nome do produto, ou seja de cebo, cebo de campo ou bolota, e a porcentagem da raça ibérica.

A publicidade é muito limitada, porque existiram logotipos, nomes e imagens que faziam alusão ao presunto de bolota, quando na verdade não eram. Agora, a denominação “pata negra” será usada apenas nas paletas e presuntos de bolota 100% ibéricos.

Tipos de etiqueta referentes à qualidade dos presuntos

– Etiqueta preta: é o Presunto de Bolota 100% Ibérico. Presuntos que vêm de porcos criados em liberdade e alimentados com ervas aromáticas, pastos naturais e bolotas.

– Etiqueta vermelha: refere-se ao Presunto de Bolota Ibérico de Porcos Cruzados, que não chegam a ser 100% Ibéricos. Criado em liberdade nas pastagens e alimentado com os mesmos alimentos que aqueles com etiqueta preta.

– Etiqueta verde: é o presunto ibérico de cebo de campo, de porcos alimentados com ração a qual são adicionados pastos naturais. Você pode encontrá-los a partir de 50%, 75% e 100% ibéricos.

– Etiqueta branca: é o presunto ibérico de cebo. Porcos alimentados com ração, que consistem de leguminosas, cereais e criados em estábulos em regime intensivo. Assim como os de etiqueta verde são 50%, 75% e 100% Ibéricos.

Na Josep Llorens trabalhamos com a total transparência em nossos produtos ibéricos com etiquetagem correta para mostrar o nível de qualidade.