Você já sabe que o presunto é um dos produtos mais representativos da culinária espanhola. Mas há certos mitos sobre o presunto que vamos revelar a seguir.

Tudo o que você pode ignorar sobre presunto

A carne de porco ibérica contém muita gordura e engorda

Embora seja verdade que existem certos cortes de carne de porco que são gordurosos, existem outros que são extremamente magros. Além disso, destaca-se que, para seu valor nutricional, esta carne é um dos alimentos mais completos e fornece sódio, potássio, cálcio, magnésio e fósforo e vitaminas B1, B2 e B3.

Porcos ibéricos alimentam-se apenas de bolotas

Na verdade, o porco ibérico vive no pasto. Este animal se alimenta de tudo o que encontra, especialmente de bolotas quando é época. Mas devemos esclarecer que esta fruta só está disponível entre os meses de outubro e março, assim no resto do ano o porco ibérico deve ser alimentado com outros ingredientes.

As manchas brancas do presunto são acumulações de sal

Se você olhar as fatias do presunto, poderá ver facilmente grânulos brancos que parecem pequenas bolas de sal. Na verdade, são chamados cristais de tirosina. A tirosina é um aminoácido que integra as proteínas e estes cristais são produzidos naturalmente durante o processo de cura do presunto. Portanto, é falso que sejam compostos de sal.

O presunto ibérico e o serrano são os mesmos

Temos que diferenciar entre presunto ibérico e serrano, porque eles vêm de diferentes raças de animais. Aquele conhecido como serrano vem do porco branco (dentro do qual existem muitas raças), que é criado com alimento à base de cereais. Além disso, seu processo de produção é muito mais curto que o do presunto ibérico.

Portanto, como se pode ver, existem mitos sobre o presunto que estão profundamente enraizados em nosso país.